sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

A Sublimação do sexo

Abandonar ou sublimar o sexo não levará você ao divino. Atitudes desta natureza podem resultar em uma mente reprimida, em doença, em loucura.

Entregar-se de maneira inconsciente ao sexo apenas fará de você um instrumento de uma cultura perniciosa, que te faz acreditar  que essa cultura doente é a tua própria natureza. E submeter-se a isso te desgastará mental e fisicamente, te envelhecerá precocemente, te aniquilará.
Qual o caminho, então?
O Tantra escolhe o caminho do meio.
O Tantra, ao contrário do que muitos afoitos acreditam, não faz apologia ao sexo, nem pede seu abandono. E o Tantra verdadeiro não orienta ninguém para um caminho de “sublimação” da energia sexual.
O caminho tântrico orienta ao sexo consciente, meditativo. No Tantra o sexo é tido como algo natural que pode, sim, ser orientado, mas de forma suave, cuidadosa e consciente. E esta consciência tornar-se-á meditação e transcendência... Transcendência.
Transcender nada tem a ver com entrega inconsciente e inconsequente...
Transcender tão pouco é abandonar...
Transcender não é sublimar... Cuidado com isso!
Permaneça atenta.
Permaneça atento.
Namastê

Maha